A JBS Ambiental desenvolveu um processo que permite transformar plástico utilizado em embalagens a vácuo de produtos in natura em pisos intertravados, próprios para aplicação em ambientes externos.

De acordo a empresa, o produto foi criado após dois anos de estudos conduzidos pela equipe de pesquisa e desenvolvimento da JBS Ambiental. Segundo a companhia, o piso atende às normas da ABNT e oferece a mesma resistência que um material feito de concreto.

Inicialmente, a JBS passa a transformar em torno de 50 toneladas de aparas plásticas por mês, recolhidas nas unidades de Andradina (SP), Campo Grande 1 e 2 (MS) e Lins (SP).

“O conceito de economia circular é fundamental para a sustentabilidade das operações da JBS e estamos em constante ação para identificar oportunidades. Para esse produto, o desafio foi encontrar uma solução técnica para atendimento das normas técnicas, desenvolver produção em escala e viabilizá-lo economicamente”, explica Susana Carvalho, diretora da JBS Ambiental.

O piso verde passará a ser utilizado na pavimentação de obras da própria JBS em todo o país. O primeiro lote já está sendo aplicado em Lins, na unidade matriz da JBS Ambiental, em uma área de 2,2 mil m² – o que corresponde a mais de cinco toneladas de aparas plásticas que deixaram de ser destinadas a aterros.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *